Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘literatura’ Category

medawar01_300px1Li no Almanaque Gaúcho de Zero Hora de ontem, uma nota sobre Sir Peter Brian Medawar, Prêmio Nobel de Medicina de 1960. A nota referia-se ao fato de ele ter renunciado à sua cidadania brasileira para não prestar o serviço militar, em cujo período estudava na Inglaterra. Como era filho de mãe inglesa, pode adotar a cidadania britânica. Foi assim que o Brasil deixou de ter seu primeiro ganhador do Nobel.

medawar_capa012Mas, não é por isso que Medawar ocupa um lugar na minha memória. É pelo que ele escrevia. Há mais de 20 anos li Advice to Young Scientist. O livro me causou grande impressão, sobretudo uma frase mais ou menos assim:

Tenho muita pena quando vejo jovens pesquisadores gastando horas e horas na biblioteca, em vez de ir para o laboratório realizar experimentos.

Essa contundência parece que acompanha seus escritos. Estou lendo Os limites da ciência. Veja algumas frases:medawar_capa021

(…) quase desisti da filosofia, tanto pelo tamanho como pela leitura pesada e pela erudição desagradável, características da principal obra de Alfred North Whitehead.

Outra propriedade que coloca as ciências genuínas à parte daquelas que arrogam para si tal título, sem realmente o merecer, é a sua capacidade preditiva.

Muitas pessoas que têm por obrigação compreender melhor as coisas derivam suas concepções sobre a ciência dos livros para adolescentes ou das ficções científicas mais extravagantes.

Anúncios

Read Full Post »

O título não é bom, mas se trata de um lugar-comum que soa bem. O melhor talvez fosse preconceitos de gerações. Eu tive um estudante de mestrado e de doutorado em física na UFRGS, que era muito competente e usava um cabelão enorme. Depois fiquei sabendo que era músico nas horas vagas. Um colega que participou da sua banca de mestrado me confidenciou:

– O Cássio é muito bom, mas ele devia cortar o cabelo. Isso dá uma péssima impressão.

Essa é a questão. A imagem que influencia as avaliações pessoais.faller2 A boa ou má aparência, que “define” o caráter. Essa é uma origem forte do preconceito. Se eu, apressadamente visitasse esse blog, e dali saísse sem nada ler, não esperaria do seu autor um texto como este abaixo, que ele colocou na mensagem sobre o Dagomir Marquezi:

Li hoje a coluna e achei ótima! Além das siglas, ele também mencionou a boa pontuação e acentuação. Espero que influêncie muita gente, até porque, já cansei de ter que lutar para adivinhar o que são afirmativas e o que são interrogativas em conversas na internet.

Vivendo e aprendendo, e quebrando preconceitos.

Read Full Post »

Claro que o título tem a ver com o Domingo no Parque, do Gilberto Gil, mas é um leve plágio por uma boa causa: meu diário deste domingo, 9/11/2008. 

A entrada da feira pela rua Sete de Setembro começa por este magnífico prédio, conhecido como Santander Cultural.

Como o Estado homenageado este ano é Pernambuco, nada mais natural do que a mostra Gilberto Freyre.

flivro2008_santader021

Muitas coisas me impressionam na Feira do Livro de Porto de Alegre, que visito desde 1976, sempre que estou na cidade.Em primeiro lugar, a constância, que virou tradição. A feira sempre foi organizada na Praça da Alfândega, e sempre no mesmo período, isto é, entre a última sexta-feira de outubro e o segundo domingo de novembro. E ao que me consta é a feira com maior longevidade no país. Nasceu antes da Bienal do Livro de São Paulo, e muito antes da Festa Literária Internacional de Parati.

Depois vem o senso de organização, que evolui ano a ano. Claro que um evento que ocupa uma área grande como essa, tinha que ser bem organizado, mas não é sempre assim.

Olha só a sinalização na entrada pela Sete de Setembro.

flivro2008_setorc
Outra coisa interessante é que o local é um colírio para os olhos e mentes sensíveis à beleza arquitetônica.

Nesta foto, captada por Letícia, do cais do porto, vemos o prédio da antiga Alfândega.
Não é uma maravilha?

flivro2008_internacional02
Já faz tempo que a criançada invade a feira, e de uns anos para cá a organização destinou um espaço próprio no cais, para pimpolhos e pimpolhas se esbaldarem.Outra coisa, a feira é um evento cultural com enorme repercussão social. flivro2008_porto01
Basta observar que os principais veículos de comunicação transferem boa parte de sua programação para a praça, e praticamente todas as editoras universitárias se fazem presentes. flivro2008_editora_ufrgs01
flivro2008_rbs guaiba

Em frente às estátuas de Mário Quintana e Carlos Drummond de Andrade, o último lambe-lambe de Porto Alegre faz suas fotografias.

flivro2008_lambelambe quintanaembronze2

Read Full Post »