Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘confeitaria Atheneu’

Esse texto foi originalmente publicado em http://www.geocities.ws/natalcas2002/

© 2002 C.A. dos Santos
Texto revisado em dezembro/2002

O Bar Dia e Noite estava localizado na Rua João Pessoa, próximo à Rua Princesa Isabel. À tarde servia lanches para os adolescentes abastados, e à noite para a juventude namoradeira, igualmente abastada. Depois do namoro era costume ir até o Dia e Noite fazer um lanche para recuperar as energias perdidas no inocente jogo amoroso. Ficava à direita dessa foto , uns 50 metros a partir da esquina(http://flog.digizap.com.br/djalma/18481).

Nos finais de semana, a partir de sexta-feira, o bar fervia. Depois das festas nos clubes (ABC, América, Aero Clube, Assen, entre outros), era uma corrida para o Dia e Noite. Não raro, o teor etílico provocava pequenos bate-bocas, sururus e arranca-rabos. É verdade que às vezes o quiproquó era grande, com generalizada quebradeira de mesas. Principalmente quando estavam metidos aqueles irmãos com sobrenome italiano.

O garçom Gasolina era uma figura marcante no Dia e Noite. É personagem certa no folclore do bar. Tinha os bordões seguidamente repetidos por ele e pelos fregueses. Não sei quantas vezes ouvi um ou outro freguês exclamando em alto e bom som:

Gasolina, suspenda os ovos e passa a língua!

De vez em quando alguém perguntava:

Gasolina, terminou a casa?

A costumeira resposta negativa do garçom era seguida pela complementação do piadista – Ah, então continua levando vara?. A referência era antiquada, tratava-se da construção de uma casa de taipa.

As piadas eram batidas. Só a indulgência da felicidade justificava as repetidas gargalhadas.

Anúncios

Read Full Post »