Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘quark’

logo_if50anos_200pxCriado em 9 de março de 1959, em consequência de um movimento nacional em prol da ciência brasileira, o Instituto de Física da UFRGS comemora seu primeiro cinquentenário com uma extensa agenda de atividades ao longo de todo este ano de 2009.

O referido movimento tem início com a criação do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), em 1949. Dois anos depois é criado o Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq), imediatamente seguido pela criação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), em 1952. Em 1953 é criado o Centro de Pesquisas Físicas da UFRGS, que seis anos depois dá lugar aos Institutos de Física e de Matemática.

As propostas do movimento foram incorporadas no Plano de Metas proposto em 1956 por Juscelino Kubitschek, no âmbito do qual foi constituída a Comissão Supervisora do Plano dos Institutos (COSUPI), cujo resultado prático foi a criação dos seguintes Institutos:  Física e Matemática (UFRGS); Mecânica (UFPR); Genética (USP, Piracicaba); Economia Rural (UFRRJ); Química (UFBA); Minas e Metalúrgica (UFOP); Geologia (UFPE); Tecnologia Rural (UFCE).(Informações extraídas de http://www.mat.ufrgs.br/historico.html)

O andamento dos eventos comemorativos será apresentado no portal IF 50 anos, que também será utilizado para registrar fatos históricos pertinentes, extraídos do arquivo permanente do IF, ou de relatos pessoais de quem se dispuser a colaborar.

Anúncios

Read Full Post »

Veja os textos sobre física de partículas.

  1. ABDALLA, M.C.B. O discreto charme das partículas elementares. São Paulo: Editora Unesp, 2006.
  2. ARNS, R. G. Detecting the neutrino. Physics in Perspective, 3 (2001) 314–334, 2001. Disponível em <http://www.springerlink.com/content/y9qlj0pbqqemqpyr/fulltext.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  3. BARISH, B., WALKER, N., YAMAMOTO, H. Building the Next-Generation Collider. Scientific American, pp. 46-51, February 2008.
  4. BEDIAGA, I. O colosso criador e esmagador de matéria. Ciência Hoje, v. 42, n.247, abril de 2008. Disponível em < http://cienciahoje.uol.com.br/protected/127987>. Acesso em 09/09/2008.
  5. Blog do professor Carlos <http://www.professorcarlos.com/2008/09/para-apreciar-festa-do-lhc.html>.
  6. BRUMFIEL, G. Particle physics: The race to break the standard model. Nature, v. 455, n. 7210, p. 156, 2008. Disponível em <http://www.nature.com/news/2008/080910/full/455156a.html>. Acesso em 10/09/2008.
  7. BRÜNING, O., COLLIER, P. Building a behemoth. Nature 448, 285-289 (19 July 2007). Disponível em <http://www.nature.com/nature/journal/v448/n7151/pdf/nature06077.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  8. CAMPAGNARI, C., FRANKLIN, M. The discovery of the top quark. Reviews of Modern Physics, v. 69, n. 1, 137-211, 1997.
  9. CRIBIER, M., SPIRO, M., VIGNAUD, D. Le neutrino, une particule à problèmes. La Recherche, 275, 408-414, 1970.
  10. ELLIS, J. Particle physics: the next generation. Physics World, 43-48, Dec. 1999.
  11. ______. Beyond the standard model with the LHC. Nature v. 448, 297-301 (19 July 2007). Disponível em <http://www.nature.com/nature/journal/v448/n7151/pdf/nature06079.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  12. FERMI, E., YANG, C. N. Are Mesons Elementary Particles? Physical Review, v. 76, n. 12, pp. 1739-1743, 1949.
  13. GLASHOW, S. L. Towards a unified theory: Threads in a tapestry. Reviews of Modern Physics, V. 52, N.3, 539-543, 1980.
  14. HARTMANN, S. Models and stories in hadron physics. Disponível em <http://philsci-archive.pitt.edu/archive/00002433/01/Stories.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  15. HOOFT, G. ’t. The making of the standard model. Nature v. 448, 271-273 (19 July 2007). Disponível em <http://www.nature.com/nature/journal/v448/n7151/pdf/nature06074.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  16. KULLANDER, S. Accelerators and Nobel laureates. Disponível em <http://nobelprize.org/nobel_prizes/physics/articles/kullander/>. Acesso em 09/09/2008.
  17. LEDERMAN, L. The God particle et al. Nature, v. 448, 310-312 (19 July 2007). Disponível em <http://www.nature.com/nature/journal/v448/n7151/full/nature06081.html>. Acesso em 09/09/2008.
  18. LISS, T. M., TIPTON, P. L. The Discovery of the top quark. Scientific American, 36-41, Sept. 1997.
  19. LOVATI, F. Para onde vai a física de partículas. Disponível em <http://cienciahoje.uol.com.br/45255>. Acesso em 09/09/2008.
  20. MUKERJEE, M. A Little Big Bang. Scientific American, pp. 42-47, March 1999.
  21. MULLER, T. The CMS tracker and its performance. Nuclear Instruments and Methods in Physics Research Section A: Accelerators, Spectrometers, Detectors and Associated Equipment, v. 408, n. 1, 119-127, 1998.
  22. NEFKENS, B.M.K. Meson-nucleon physics: past, present and future. arXiv.org > nucl-ex > arXiv:nucl-ex/0202006. Disponível em <http://arxiv.org/PS_cache/nucl-ex/pdf/0202/0202006v1.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  23. OLIVEIRA, A. Elementar, meu caro leitor. Disponível em <http://cienciahoje.uol.com.br/69442>. Acesso em 09/09/2008.
  24. PANOFSKY, W. K. H. The evolution of particle accelerators & Colliders. Disponível em <http://www.slac.stanford.edu/pubs/beamline/27/1/27-1-panofsky.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  25. PERL, M. L. The electron, muon, and tau heavy lepton: Are they the truly elementary particles?. Disponível em <http://www.slac.stanford.edu/cgi-wrap/getdoc/slac-pub-2531.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  26. ______. The Discovery of the Tau Lepton and the Changes in Elementary-Particle Physics in Forty Years. Physics in Perspective, v. 6, pp. 401–427, 2004. Disponível em <http://www.springerlink.com/content/39gc1rwy45g0dlta/fulltext.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  27. QUIGG, C. The coming revolutions in particle physics. Scientific American, pp. 38-45, Feb. 2008.
  28. ROQUÉ, X. The manufacture of the positron. Studies in History and Philosophy of Modern Physics. V. 28, N. 1, pp. 73-129, 1997.
  29. STAPNES, S. Detector challenges at the LHC. Nature, v. 448, 19 July 2007. Disponível em <http://www.nature.com/nature/journal/v448/n7151/pdf/nature06078.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  30. TREIMAN, S. B. The weak interactions. Scientific American, pp. 2-11, March 1959.
  31. WEINBERG, S. Conceptual foundations of the unified theory of weak and electromagnetic interactions. Reviews of Modern Physics, v. 52, n. 3, pp. 515-523, 1980.
  32. ______. The making of the standard model. arXiv.org > hep-ph > arXiv:hep-ph/0401010v1. Disponível em <http://arxiv.org/PS_cache/hep-ph/pdf/0401/0401010v1.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  33. WEISSKOPF, V. F. Nuclear structure and modern physics. Physics Today, v. 20, n. 5, pp.23-26, 1967.
  34. WILCZEK, F. The future of particle physics as a natural science. arXiv:hep-ph/9702371v2 20 Feb 1997. Disponível em <http://arxiv.org/PS_cache/hep-ph/pdf/9702/9702371v2.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  35. ______. In search of symmetry lost. Nature, v. 433, pp.239-247, 20 JANUARY 2005.
  36. WILLIAMS, G. Antimatter and 20th century science. Physics Education, v. 40, n. 3, pp. 238-244, 2005.
  37. WYATT, T. High-energy colliders and the rise of the standard model. Nature, v. 448, 274-280, 19 July 2007. Disponível em <http://inpp.ohiou.edu/~inpp/nuclear_lunch/archive/2007/nature06075.pdf>. Acesso em 09/09/2008.
  38. ZWEIG, G. Origins of the Quark Model. Disponível em <http://www-hep2.fzu.cz/~chyla/talks/others/zweig80.pdf>. Acesso em 09/09/2008.Voltar para o sumário.

Read Full Post »

A avalanche de notícias que tomou conta de jornais e revistas do mundo inteiro sobre a entrada em operação do Grande Colisor de Hádrons (LHC: Large Hadron Collider) determinou o tema da minha coluna de setembro na Ciência Hoje Online. Para termos uma boa visão da física que está por trás desse fantástico empreendimento é necessário um espaço bem maior do que aquele definido na CH Online. Portanto, usarei o blog para complementar a matéria da CH Online.

Sumário
  1. O modelo padrão
  2. O bóson de Higgs e a quebra de simetria
  3. Aceleradores de partículas
  4. O LHC
  5. O detector ALICE
  6. O detector ATLAS
  7. O detector CMS
  8. O detector LHCb
  9. Bibliografia 

Read Full Post »

A avalanche de notícias que tomou conta de jornais e revistas do mundo inteiro sobre a entrada em operação do Grande Colisor de Hádrons (LHC: Large Hadron Collider) determinou o tema da minha coluna de setembro na Ciência Hoje Online .

Para termos uma boa visão da física que está por trás desse fantástico empreendimento é necessário um espaço bem maior do que aquele definido na CH Online. Portanto, usarei o blog para complementar a matéria da CH Online.

Sumário
  1. O modelo padrão
  2. Descoberta de algumas partículas “elementares”
  3. O bóson de Higgs e a quebra de simetria
  4. Aceleradores e detectores de partículas
  5. O LHC
  6. O detector ALICE
  7. O detector ATLAS
  8. O detector CMS
  9. O detector LHCb
  10. O LHC vai destruir a terra?
  11. BibliografiaEstou comprometido com a redação de um artigo e de uma palestra para este mês de outubro, razão pela qual interromperei a produção deste material sobre as partículas elementares.

Read Full Post »